Arraial do Cabo usa feriadão de 7 de setembro como termômetro para o verão 2018

Jardineira apreendida, acidentes nas trilhas e salvamentos no mar estão entre as ocorrências registradas

13 set, 2017 11:12h
Luiza de Almeida Leal Barreto
Defesa Civil - Arraial do Cabo

   Foram quatro dias de movimentação intensa de veículos nas estradas e turistas nas praias. De acordo com a Secretaria de Turismo de Arraial do Cabo, cerca de 150 mil pessoas passaram pela cidade durante o feriadão de 7 de setembro. A Guarda Ambiental Marítima , Defesa Civil e COMTRANS, estavam nas ruas com todo o efetivo, como objetivo de auxiliar e atender as demandas do feriado.

   No Pontal do Atalaia, a COMTRANS apreendeu uma jardineira em situação irregular. De acordo com o coordenador, Marcos Sumar, a ação aconteceu na sexta-feira (8). "Pela manhã, estávamos realizando uma fiscalização no Pontal do Atalaia, por conta de algumas irregularidades em relação aos taxistas que estavam com pendências na controladoria, quando nos deparamos com a jardineira. Primeiro fizemos uma advertência, pedindo que o veículo fosse retirado do local, pois não estava regularizado junto ao município. O condutor prontamente atendeu à solicitação. Infelizmente, à tarde, recebemos a denúncia de que o carro havia voltado a transportar turistas no local. Retornamos ao local e realizamos a apreensão" - contou Marcos.

   A Guarda Ambiental Marítima trabalhou com todo o seu efetivo, da quinta-feira (7) até o domingo (10), para que todas as demandas pudessem ser atendidas de forma eficiente, tendo em vista o grande número de turistas em todas as praias da cidade. De acordo com Mauro Cesar, Coordenador da Guarda Ambiental Marítima, duas tartarugas debilitadas foram resgatadas, três turistas vítimas de acidentes na trilha do Forno foram atendidas, além de outras duas pessoas que se machucaram nas pedras. Os animais foram levados para os órgãos responsáveis e as pessoas encaminhadas para atendimento médico.

   Já a Defesa Civil, por meio do Corpo de Salvamento Marítimo Municipal, também estava com todo o efetivo nas praias. Segundo Alex Vicente, chefe dos Guarda Vidas, foram realizados 89 socorros, 13 atendimentos a crianças perdidas e 174 intervenções, que são as prevenções ao afogamento. Outros 5 afogamentos de grau 2 foram registrados (tosse com pouca espuma na boca/nariz).

   Vale ressaltar que todas as ocorrências registradas no período, serão usadas como base para melhorias na fiscalização e atendimento aos turistas e moradores no próximo período de alta temporada em Arraial do Cabo.

Crédito: Vinicius Pereira Fonte: Vinicius Pereira

Clima